Ciências Contábeis

É a Melhor Opção?

Desde a implantação da Lei nº. 11.638, de 2007, e com a convergência das normas contábeis e internacionais, novas habilidades e competências serão exigidas do profissional da área contábil. Profissional este que deve ser formado para trabalhar em qualquer parte do mundo, tendo em vista a globalização cada vez mais acerelada no mundo dos negócios.

Diante desta realidade, o curso de Ciências Contábeis pretende de responder a estas novas exigências para a formação de um profissional cada vez mais voltado para a contabilidade gerencial e que tenha habilidades e competências para participar do processo decisório dentro das organizações.

A criação do Curso de Bacharelado em Ciências Contábeis nasceu do anseio e da necessidade da comunidade regional, bem como da determinação política e acadêmica da Faculdade Lions em conjunto com a sociedade, fazendo avançar a contribuição acadêmica para a melhoria da qualidade de vida e do desenvolvimento social e científico de toda a sua região.

As relações entre a prática da vida cotidiana, as tecnologias da sociedade pós-moderna e o cultivo de valores éticos assumem papel relevante no curso de Bacharelado em Ciências Contábeis, demandando uma estrutura didático-pedagógica e curricular mais flexível, facultando ao graduando inúmeras opções de conhecimento e possibilidades de atuação no mercado de trabalho. Não obstante, a formação visa a desenvolver não só as competências necessárias para o desempenho profissional, mas também a uma abordagem pedagógica promotora da autonomia do aluno que considere a articulação entre ensino, pesquisa e extensão de forma consistente.

Assim, o Curso de Ciências Contábeis foi pensado como espaço de formação profissional, de pesquisa, aquisição e produção de conhecimento relacionado ao ensino da Ciência Contábil, levando-se em consideração as constantes transformações sociais, econômicas e políticas nacionais e internacionais, enfatizando a integração entre ensino, pesquisa e extensão, em todos os seus aspectos, e desta forma possibilitar a formação do profissional contábil.

O objeto principal do Curso de Bacharelado em Ciências Contábeis é o ser humano e suas relações em seus múltiplos aspectos. A inter-relação ensino, pesquisa e extensão oferecem ao bacharelando a oportunidade de adquirir competência e habilidades mais amplas para lidar com as diversas situações estudadas pelas diferentes áreas da contabilidade, permitindo-lhe um desempenho consciente, produtivo, adequado e profissional.

O estudo da Ciência Contábil assume papel especial nesse momento de intensas mudanças na legislação contábil aliado a um processo acelerado de avanço tecnológico, onde a velocidade das informações é cada vez mais exigida, pois é o grande diferencial no processo decisório. Diante desta ótica, o mercado necessita de um profissional que não só tenha conhecimento da contabilidade, mas que esteja também preparado para tomar decisões, seja crítico, consiga trabalhar em equipe, tenha flexibilidade, liderança, conhecimento, saiba comunicar e lidar com novas tecnologias, além de possuir um saber interativo, capaz de se adaptar ao ambiente cada vez mais competitivo.

O que é ser bacharel em Ciências Contábeis?

O mundo atual exige um conhecimento diversificado, contextualizado, capaz de possibilitar ao ser humano uma convivência crítica com as mudanças aceleradas que vêm ocorrendo, em escala mundial e sem precedentes, na história, nas relações sociais e no campo da ciência e da tecnologia, motivadas pela globalização.

O profissional deverá possuir competências que façam com que tenha visão interdisciplinar, desejo veemente de inovação, flexibilidade, iniciativa, associatividade e, sobretudo, inclinação para o aprendizado continuado, a fim de que possa atuar na ambiência multiplicadora de um crescimento intenso, baseado na inovação e na difusão de novas tecnologias. Assim, o Projeto Pedagógico do curso de Ciências Contábeis propõe um cuidado especial na análise da realidade e das necessidades presentes enquanto processo que se estabelece, isto é, uma preocupação com a questão do gerenciamento da qualidade do curso, na estratégia para o seu desenvolvimento e na preocupação com a participação de todos os seus segmentos; o que está presente em seu regimento quando estabelece os diferentes níveis de participação do corpo docente e discente.

Ainda procura dar ênfase a situações mais abrangentes, tratar dos fins, desenvolver a criatividade, buscar a eficiência e a eficácia; dar-se conta das crises, pois a partir daí pode-se firmar a ideia de que não há força maior para incrementar a qualidade do que a crença sempre ligada a uma missão e ao desejo de pertença facilitados por uma metodologia participativa.

Todo o desenvolvimento do Curso de Ciências de Contábeis, através de diferentes estratégias convergentes ou divergentes do ponto de vista de sua realização, virá responder à busca da excelência humana, ou seja, com homens éticos, solidários, comprometidos com o coletivo e com a melhoria na qualidade de vida. Busca também a competência técnica, elemento base para a contínua atualização, necessária para manejar e produzir novos conhecimentos. Outro elemento importante é o dar-se conta de que deve buscar sua inserção no mundo produtivo econômico, podendo assim participar das definições, do crescimento social, econômico e político, trazendo, contudo, exigências claras sobre o Ensino Superior, também em termos regionais e buscando corresponder a desafios específicos ou à superação de lacunas preocupantes.

A atuação da Instituição pauta-se na razão direta da qualidade e quantidade de alternativas e serviços colocados ao alcance da comunidade, com sugestivas respostas às demandas e anseios emergentes da sociedade. Esta atuação assume maior destaque, se considerarmos que a Faculdade Lions encontra-se situado na capital do Estado, que é marcada pela pluralidade de características e ocupa uma posição estratégica no cenário nacional e internacional.

Desta forma, justifica-se a pesquisa científica apresentada como atividade fundamental no processo educativo por produzir conhecimentos sobre uma realidade cada vez mais dinâmica e complexa, necessária ao profissional do futuro. Indissociada, a extensão permite um intercâmbio da Instituição com a comunidade na qual está inserida, através da difusão de conhecimentos e da prestação de serviços, favorecendo a formação do profissional do futuro com uma sólida base humanística, científica e tecnológica, indispensável à busca constante da libertação do homem, e do aprimoramento da sociedade, com capacidade e conhecimento para trabalhar de modo inovador.

Sobre o Curso

São objetivos do Curso de Bacharelado em Ciências Contábeis da Faculdade Lions:

  1. Compreender as questões científicas, técnicas, sociais, econômicas e financeiras, em âmbito nacional e internacional e nos diferentes modelos de organização;
  2. Apresentar pleno domínio das responsabilidades funcionais envolvendo apurações;
  3. Revelar capacidade crítico-analítica de avaliação, quanto às implicações organizacionais com o advento da tecnologia da informação.

Informações Gerais

Matriz Curricular

  • Ano: 2017
Mercado de Trabalho

O bacharel em Ciências Contábeis tem sua profissão regulamentada pelo Decreto-lei nº 9.295/46 e suas atribuições definidas pela Resolução nº 560/83, do Conselho Federal de Contabilidade.

O mercado de trabalho é bastante amplo e oferece muitas oportunidades para uma carreira bem sucedida.

Atualmente, a profissão vive um momento áureo. Onde há uma empresa, seja ela de pequeno, médio ou grande porte, existe a figura do Profissional da Contabilidade.

O Profissional da Contabilidade pode exercer múltiplas funções, podendo atuar como:

  • Autônomo.
    • Empresário de Contabilidade.
    • Auditor Independente, Auditor Interno.
    • Consultor Tributário.
    • Controller.
    • Auditor Fiscal.
    • Perito Contábil.
    • Membro de Conselho Fiscal e de Administração.
    • Árbitro em câmaras especializadas.
    • Acadêmico.
    • Membro de Comitês de Auditoria.
    • Membro de Entidade de Classe.
    • Executivo.
Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação

Instrução Normativa nº01/2017, de 03 de janeiro de 2017.

 Estabelece o sistema de avaliação da aprendizagem discente, dos cursos de graduação da Faculdade Lions.

O Diretor Geral e Diretora Acadêmica da FacLions, no uso de suas atribuições, RESOLVEM:

 Art. 1º – Estabelecer que o sistema de avaliação da aprendizagem discente, dos cursos de graduação, será assim constituído:

  • AP1 – Avaliação Parcial (A ser aplicada no primeiro bimestre)
  • AP2 – Avaliação Parcial (A ser aplicada no segundo bimestre)
  • AVI – Avaliação Integradora

 Art. 2º – Será aprovado o aluno que ao longo do semestre conseguir média final (MF1), maior ou igual a 6,0 (seis) obtida da soma de AP1, AP2 mais AVI.

Sendo:

AP1= NT (Nota de Trabalhos) + NP (Nota da Prova) = 10 pontos vezes 0,4 = 4.0 pontos

AP2= NT (Nota de Trabalhos) + NP (Nota da Prova) = 10 pontos vezes 0,6 = 6,0 pontos

AVI = Avaliação Integradora = 2,0 pontos

 RESUMINDO:

Fórmula 1: AP1 = (NP+NT) x 0,4 = 4,0

Fórmula 2: AP2 = (NP+NT) x 0,6 = 6,0

Fórmula Final: MF1= AP1 + AP2 + AVI ≥ 6,0

 1º – Os pesos para cada item da fórmula ficam assim determinados:

NT (Nota de Trabalhos, que poderão ser: trabalhos escritos, seminários, banners, painéis, arguições orais, debates e participação em eventos da Faclions) para AP1 = 2,0 (dois) pontos NT (Nota de Trabalhos, que poderão ser: trabalhos escritos, seminários, banners, painéis, arguições orais, debates e participação em eventos da Faclions) para AP2 = 2,0 (dois) pontos. NP (Nota de Prova) tanto para AP1quanto para AP2 = 8,0 (oito) pontos.

AVI (Avaliação Integradora) = 2,0 (dois) pontos, não sendo atribuída para as disciplinas de Núcleo de Prática Jurídica, Monografias, Trabalho de Conclusão de Curso e Estágio Supervisionados.

  • 2º – Caso a média ultrapasse a nota 10,0 (dez), não haverá remanejamento da nota para outra disciplina ou semestre.
  • 3º – A AVI será aplicada em data estabelecida em calendário, pelo professor que estiver ministrando aula, na turma, na data marcada.
  • 4º – As médias são apuradas até a primeira casa decimal, com arredondamento.
  • 5º – Em casos, que o aluno perder uma das avaliações de AP1 ou AP2, ele poderá solicitar a realização da avaliação substitutiva, contemplando todo o conteúdo do semestre letivo, em data estabelecida no calendário acadêmico.
  • 6º – A avaliação substitutiva terá data estabelecida em calendário e será composta somente por questões subjetivas e sem consulta.
  • 7º – A Avaliação de AVI não terá substitutiva.
  • 8º – O aluno terá no máximo 1 (uma) hora de tolerância para entrar na sala após início da prova, depois desse período não será permitida a sua entrada.
  • 9º – Nenhum aluno poderá deixar a sala de aula, em dia de prova, antes de decorrida 01 (uma) hora da realização da mesma.

 PARÁGRAFO ÚNICO: A fórmula de pesos não se aplica para as Disciplinas de TCC.

 Art. 3º – Independentemente dos demais resultados, é reprovado na disciplina, o aluno que não obtiver frequência de, no mínimo 75% (setenta e cinco) das aulas e demais atividades realizadas.

Art. 4– O aluno que deixar de comparecer às avaliações de AP1 ou AP2, poderá realizar prova substitutiva, desde que requerida no prazo previsto em calendário acadêmico e realizado o pagamento estabelecido pela Diretoria Financeira.

Art. 5º – O Pagamento da taxa estabelecida pela Diretoria Financeira, somente será isento nos seguintes casos:

  1. Motivos de doença, comprovado com atestado médico e que estejam contempladas e amparadas pelo Decreto 1.044/69;
  2. Óbito de familiar, sendo de primeiro grau de parentesco (pai, mãe e filhos).

Art. 6º – Para resolver futuros problemas em relação às notas, todas as provas (AP1, AP2 e atividades (trabalhos) que o professor tenha desenvolvido em sala e atribuído nota, deverão ser devolvidos aos alunos e os mesmos deverão guardá-los até que o seu diploma seja emitido. Em caso de solicitação de revisão de notas, cópias destes documentos serão solicitadas.

Art. 7º – O processo de revisão de provas será encaminhado ao professor da disciplina para se pronunciar, após seu conhecimento, a coordenação do curso nomeará uma comissão composta de no mínimo dois membros do corpo docente da respectiva área e, sob a presidência de um dos membros, proceder a revisão e dar o parecer final no prazo máximo de cinco dias úteis após nomeação.

  • 1º – O processo de revisão será na prova ou trabalho em sua totalidade, podendo a nota ser alterada para mais ou para menos. Não haverá processo de revisão para questões da prova ou partes de trabalhos.
  • 2º – Esta revisão será realizada em caráter final, não podendo haver nova solicitação para a mesma disciplina.
  • 3º – O prazo para solicitação do processo de revisão de faltas e notas (AP1, AP2 e será até 5º (quinto) dia da publicação de cada nota no site da Instituição, conforme calendário acadêmico. Não serão aceitos pedidos de semestres anteriores.
  • 4º – Para as atividades avaliativas do Núcleo de Prática Jurídica o pedido de revisão de nota, deverá ser pautado com a indicação de qual atividade a ser analisada, devendo o aluno fundamentar o pedido dizendo o porquê do pedido e justificando. Não será aceito pedido de forma genérica.

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Art. 8º – Os casos omissos nesta Instrução Normativa serão resolvidos pela Direção da Faculdade Lions.

Art. 9° – Esta Normativa entre em vigor a partir do dia 03 de janeiro de 2017 e revoga a todas as resoluções em contrário.

Goiânia, 03 de janeiro de 2017.